Pesquize em toda a Web

Nosso Mercado e o vínculo empregatício

segunda-feira, 18 de março de 2013

Não contesto direitos trabalhistas até porque meu falecido pai era Juiz do Trabalho. Mas me preocupa a generalização da discussão sobre o vínculo empregatício dos corretores de imóveis junto às imobiliárias, sem uma fria e isenta análise do nosso mercado pelos sindicatos envolvidos.

Hoje no Brasil, 90% ( ou mais) das imobiliárias são consideradas pequenas e têm em sua constituição societária, ex corretores autônomos. Essas imobiliárias possuem em média em sua estrutura funcional, uma secretária/atendente e entre três a seis corretores, que lá atuam buscando a oportunidade para trabalhar no mercado, em uma condição que não lhes acarretem custos. Procuram esse espaço por não possuírem recursos financeiros para assumiram uma posição mais agressiva para fazer frente a um mercado agora amplamente pulverizado. Essa é a realidade do mercado imobiliário brasileiro.

Comemorar decisões do judiciário com relação ao vínculo empregatício, pode ser "um tiro no próprio pé" dos corretores de imóveis. Para as grandes imobiliárias, com mais recursos e vgv expressivos, isso não seria problema, pode até ser solução. Na crônica falta de mão de obra qualificada, elas teriam à sua disposição corretores ávidos por um emprego, já que 90% das imobiliárias citadas diminuiriam drasticamente suas equipes de corretores, simplesmente pela falta de estrutura financeira para suportar os encargos que envolveriam a contratação via CLT da equipe de corretores.

É muito importante uma ampla discussão sobre essa situação que envolve uma massa trabalhadora que gira, hoje, em torno de 200 mil corretores. O mercado segurador pode ser uma grande referência para nós.

Não podemos pensar em "vitórias", mas sim em soluções que mantenham a saúde dos nosso mercado.

Por *Haldane Teixeira - Fundador & CEO da Rede Morar, companhia fundada em 2005, onde foi iniciada no ano de 2010 sua expansão nacional. Hoje já possui escritórios em SP, MG , RJ ,RS e DF. Em Fevereiro de 2013, chegou a marca de 1.664 pontos de venda entre empresas sócias, imobiliárias, corretores autônomos licenciados e credenciados.

0 comentários:

Postar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP