Pesquize em toda a Web

Venda de imóveis usados em SP tem queda em setembro

sábado, 1 de dezembro de 2012


Em setembro, houve a primeira alta no preço médio do metro quadrado, com 12,01% de variação, o que não ocorria desde julho

SÃO PAULO - A venda e a locação de imóveis usados residenciais na cidade de São Paulo tiveram queda em setembro em relação a agosto de, respectivamente, 32,37% e de 13,84%, segundo pesquisa mensal do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo (Creci-SP), divulgada hoje (28). O levantamento foi feito com 447 imobiliárias da cidade.

Em setembro, houve a primeira alta no preço médio do metro quadrado dos imóveis usados em vendas na capital paulista, com 12,01% de variação, o que não ocorria desde julho. O aluguel registrou o terceiro aumento consecutivo em três meses, de 2,42% em setembro em relação a agosto.

No ano, o valor médio do metro quadrado de venda dos imóveis usados, de acordo com a pesquisa, acumulou um aumento de 21,91%. Agosto e julho, no entanto, foram meses de baixa, com quedas de, respectivamente, 11,33% e 5,66%, em relação aos meses anteriores. No ano até setembro, a locação teve uma alta acumulada de 8,95%.

Em nota distribuída à imprensa, o presidente do Creci-SP, José Augusto Viana Neto, diz que esse "efeito gangorra" (índice de preços intercalado entre baixas e altas) se deve ao processo de decisão de consumidores. Para Viana Neto, essa instabilidade só deverá cessar se houver um sistema de financiamento de imóveis mais acessível, que cubra 100% do valor dos bens.

Durante o mês de setembro, 52,76% das vendas foram à vista e 44,18% financiadas pela Caixa Econômica Federal (CEF) e outras instituições. O preço de 80,63% do total de imóveis vendidos superou R$ 200 mil nesse período.

As casas de padrão standard construídas há mais de 15 anos, na região de bairros como Mandaqui, Mirandópolis e Mooca, registraram a maior queda do mês de setembro em comparação com agosto, de 21,64%. Nessa área, o metro quadrado baixou de R$ 3.817,64 em agosto para R$ 2.991,50 em setembro.

No comparativo entre agosto e setembro, a maior valorização na cidade, de 83,41%, ocorreu com apartamentos de padrão médio com mais de 15 anos na Zona A, que reúne bairros como Alto da Boa Vista, Alto de Pinheiros, Brooklin Velho. Nesse caso, o valor médio do metro quadrado subiu de R$ 4.829,41 em agosto para R$ 8.857,76 em setembro.

Nas locações durante o mês de setembro, os contratos de aluguel tinham valor máximo de R$ 1.000,00 em 50,56% dos novos negócios. O aluguel de casas de dois dormitórios situados em bairros da Zona A foi o que mais aumentou de agosto a setembro (112,94%). O valor médio nessa região passou de R$ 953,33 em agosto para R$ 2.030 em setembro. Em igual período, as quitinetes situadas em bairros da Zona D, como Penha, Pirituba, Rio Pequeno, tiveram redução de 33,45% no aluguel, que foi de R$ 788,89 em agosto para R$ 525 em setembro.(Estadao/Economia)

0 comentários:

Postar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP