Pesquize em toda a Web

Mercado imobiliário de Manaus - AM prevê vendas de R$ 1,5 bi até março

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Manaus vai se consolidando como um dos mais promissores mercados imobiliários do país. Em 2011, pelo menos 16 novos empreendimentos devem ser lançados na cidade.


Manaus - O segmento imobiliário de Manaus está projetando um Valor Geral de Vendas (VGV) em torno de R$ 1,5 bilhão com a comercialização dos empreendimentos já disponíveis e os lançamentos previstos para os meses de janeiro e fevereiro deste ano em Manaus. Em 2011, pelo menos 16 novos empreendimentos devem ser lançados pelas incorporadoras em Manaus, segundo estimativas de empresários do ramo.

O VGV é um indicador que calcula o potencial de geração de renda com a comercialização dos imóveis. De janeiro a março do ano passado, o mercado de imóveis na capital estimou VGV em torno de R$ 1,2 bilhão, a perspectiva de crescimento para este ano é mais um sinal do otimismo do mercado.

“O número de lançamentos no fim do ano passado, que ainda estão à venda este ano, é muito bom para um começo de ano. A tendência é de uma crescente anual até a Copa do Mundo de Futebol (2014)”, frisou a presidente do Sindicato dos Corretores de Imóveis do Amazonas (Sindimóveis), Jane Farias.

Segundo Farias, os lançamentos do mercado imobiliário em Manaus começam a ocorrer com mais frequência a partir de março. “O primeiro trimestre não é um mês comum para lançamentos. O que está para vender já foi previamente lançado em novembro e dezembro do ano passado”, disse.

Nos últimos três meses de 2010, pelo menos oito empreendimentos foram disponibilizados para o mercado com apartamentos de baixo, médio e alto padrões com preços variando entre R$ 100 mil e R$ 1,5 milhão.

Atualmente, as corretoras de imóveis estão comercializando 12 empreendimentos imobiliários com apartamentos que vão de dois a quatro quartos de baixo, médio e alto padrões e salas comerciais. Há ainda opções que mesclam a área de moradia com um centro de compras como o Parque Ponta Negra Residencial, um complexo misto com hotel e sete torres residenciais, além de um shopping com capacidade para aproximadamente 170 lojas.

Entre os empreendimentos que devem ser lançados para vendas nos próximos meses, estão o Life Ponta Negra, da incorporadora Capital Rossi, e o Brisas do Parque Residencial Clube, da Direcional Engenharia, com vendas pela Global Brasil Brokers. Os dois ainda não estão sendo comercializados.

Segundo o presidente do Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Amazonas (Sinduscon), Eduardo Lopes, as incorporadoras procuram manter sigilo sobre os empreendimentos que pretendem lançar para evitar cópias das concorrentes. “Elas escondem o produto até a hora de lançar. É um sigilo comercial adotado para evitar o plágio de ideias”, disse.(D24am.Com)

0 comentários:

Postar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP