Pesquize em toda a Web

Venda de imóveis residenciais novos avança 22,6% na capital de SP

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

O mercado de imóveis residenciais novos na cidade de São Paulo registrou a venda de 20.181 unidades no acumulado de janeiro a julho, com crescimento de 22,6% em relação ao mesmo período de 2009, segundo dados divulgados ontem (23) pelo Sindicato da Habitação (Secovi) de São Paulo.


A quantidade de lançamentos de imóveis na capital paulista apresentou expansão de 57,8% no mesmo período e atingiu 16.148 unidades.

Em relação ao mês de julho, o mercado de imóveis novos da capital iniciou o segundo semestre com redução de 5,4% no volume mensal de comercialização, com 3.177 unidades vendidas no mês, ante 3.359 comercializadas em junho.

Segundo a Pesquisa Secovi sobre Mercado Imobiliário, realizada mensalmente, o ritmo de comercialização Vendas sobre Oferta (VSO) foi de 28,6% em julho. O indicador é expresso em porcentagem e resulta da relação do total de unidades vendidas e a oferta do mês.

O grande destaque de vendas no mês ficou com o segmento de 2 dormitórios, que teve 1.896 imóveis comercializados e participação de 59,7% no total vendido. Apesar da pouca representatividade, o nicho de 1 dormitório também se sobressaiu no sétimo mês do ano, com 519 moradias escoadas e 16,3% do volume negociado.

Imóveis comerciais
A pesquisa constatou ainda o aumento no número de lançamentos de imóveis comerciais, especificamente de conjuntos de escritórios. O volume comercializado (2,1 mil unidades) representa um acréscimo de 14,4% ante o mesmo período de 2009.

Nos últimos anos, o setor registra aumentos consideráveis de lançamentos comerciais em São Paulo. Em 2009, apesar da crise mundial, 3.489 conjuntos foram lançados, ante 2.434 do ano anterior, o que representa um aumento de 43,3% em um ano.

Para 2010, o cenário também é promissor. Se o movimento de lançamentos de comerciais se comportar de modo semelhante ao de 2009 no segundo semestre, o mercado fechará o ano com 3.800 conjuntos de escritórios lançados no município.

Salões
Para reforçar ainda mais o bom momento do setor imobiliário, começou ontem o 5º Salão Imobiliário São Paulo (Sisp), com a promessa de expandir em 67% o volume de crédito contratado em relação à edição passada. Se a previsão se confirmar, o total de financiamentos aumentará de R$ 600 milhões para R$ 1 bilhão. Serão oferecidos cerca de 200 mil imóveis, o dobro de 2009, com preços entre R$ 150 mil e R$ 30 milhões. A feira acontece no Pavilhão de Exposições do Anhembi, na Avenida Olavo de Fontoura, 1.209, em Santana, na zona norte de São Paulo. Hoje e amanhã, o evento ficará aberto das 12 às 21 horas. No sábado e no domingo, o horário vai das 10 às 21 horas. A entrada é franca para quem se cadastrar no site www.sisp.com.br.

Também começa hoje o Feirão de Imóveis Goldfarb, realizado no Shopping Metrô Itaquera, na zona leste da capital. O evento terá empreendimentos em várias localizações da zona leste como Vila Matilde, Itaquera, Tatuapé e Vila Prudente, opções com 2 e 3 dormitórios e mensais a partir de R$ 99,00. O evento vai até domingo (26) e funciona das 10h às 22h.(DCI)

0 comentários:

Postar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP