Pesquize em toda a Web

Imóveis no Rio terão alta de 50% com Olimpíadas

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

SÃO PAULO - A escolha da cidade do Rio de Janeiro para sediar os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016, deve fazer com que os preços dos imóveis na capital fluminense cresçam, no mínimo, 50%, nos próximos sete anos.
A avaliação é do vice-presidente da Ademi (Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário), Alexandre Fonseca, para quem a valorização nos preços das unidades comerciais será ainda maior."Tudo depende da velocidade de lançamento dos empreendimentos, mas, daqui até os jogos, a valorização mínima será de 50%, sendo que o preço dos imóveis comerciais serão ainda maiores, pois, para se ter uma ideia, hoje, logo depois do anúncio, muitas imobiliárias especializadas neste segmento já tiveram a confirmação de compras de unidades próximas aos locais dos jogos", disse.
Aluguéis e casas de passeio
No que diz respeito aos aluguéis, Fonseca também acredita em uma alta expressiva. Além disso, ele aposta no retorno da cidade do Rio de Janeiro como segundo endereço de paulistas, mineiros e brasilienses."Até a década de oitenta, muitas pessoas de São Paulo, Minas e Brasília procuravam a cidade do Rio de Janeiro para a compra de imóveis para passar férias e festas de fim de ano. Depois, com as notícias de violência, estas pessoas pararam de comprar no Rio. Agora, com a Olimpíadas e os investimentos que a cidade irá receber, acredito na volta deste movimento".
Bairros
Segundo o vice-presidente do Secovi-RJ (Sindicato da Habitação do Rio de Janeiro), Leonardo Schneider, na época da realização do Pan-Americano, bairros como Deodoro, no subúrbio carioca, e Barra da Tijuca tiveram os preços de seus imóveis dobrados, do anúncio da realização dos jogos até o acontecimento do evento.Agora, acredita Schneider, estes bairros devem se beneficiar ainda mais. "Todos os bairros do Rio irão se valorizar, mas a Barra da Tijuca (que concentrará cerca de 40% dos jogos), por exemplo, que receberá metrô, com certeza, vai sofrer uma valorização expressiva, assim como a região de Deodoro, que terá investimento em infraestrutura".O vice-presidente do Secovi-RJ também aposta na valorização das propriedades e nos investimentos na região do Cais do Porto e na Zona Norte carioca.(Infomoney)

0 comentários:

Postar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP