Pesquize em toda a Web

BB foca no crédito imobiliário

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

O Banco do Brasil quer aumentar suas operações no crédito imobiliário, ficando entre as três primeiras instituições do país no segmento até 2013, afirmou o vice-presidente de Cartões e Novos Negócios de Varejo, Paulo Rogério Caffarelli. Ele projeta que, em quatro anos, a carteira do BB neste segmento atinja até R$ 5 bilhões, sem ajustes.
O presidente do banco, Aldemir Bendine, ressaltou que a meta é ultrapassar, já neste ano, os R$ 2 bilhões, incluindo a carteira da Nossa Caixa, de cerca de R$ 750 milhões.
Segundo Caffarelli, a estratégia do BB se concentra em duas frentes: realizar uma ação com as construtoras e também atender à base de clientes que demandam financiamento.
"As construtoras são responsáveis por 55% do financiamento imobiliário nos bancos. Você faz o financiamento à produção e depois esses imóveis originados podem ser financiados para pessoas físicas", explicou. De acordo com ele, essa ação com as empresas gera um volume grande de crédito.
"De outro lado, você tem uma base de quase 5 mil agências em todo o país que têm uma demanda reprimida para o financiamento imobiliário. E agora o BB passa a oferecer isso", disse.
Minha Casa, Minha Vida
Caffarelli ressaltou ainda que o Banco do Brasil passa a operar ainda neste mês os financiamentos do programa habitacional do governo Minha Casa, Minha Vida --além dele, a Caixa Econômica Federal já está realizando as operações.
"O foco desta área serão as construtoras. Mas estamos fazendo adequações tecnológicas para poder atender, também, às pessoas físicas", disse.
O programa destina-se à construção de moradias para famílias com renda de até dez salários mínimos, com garantias para o sistema financeiro e subvenções para compra de moradia. O objetivo é construir 1 milhão de moradias no país.
(folhaonline)

0 comentários:

Postar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP