Pesquize em toda a Web

Fernandez Mera compra MG 500 e inicia atuação no RJ

terça-feira, 28 de julho de 2009

RIO - A imobiliária de São Paulo Fernandez Mera Negócios Imobiliários e a Brookfield Incorporações (antiga Brascan) comunicaram ontem à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) a aquisição pela paulista da MG 500. O valor do negócio não foi informado. Segundo o uruguaio Elbio Fernandez Mera, presidente da companhia, o objetivo da compra foi entrar no Rio de Janeiro com uma marca " de primeira linha " já enraizada no mercado local, de modo a viabilizar a ambiciosa meta de conquistar 25% desse mercado em cinco anos." Para nós foi uma sorte. Há muitos anos que queríamos estar no Rio de Janeiro, que é desenvolvido e competitivo " , disse Mera. A estimativa do empresário é de que o mercado imobiliário fluminense movimente este ano R$ 5 bilhões.
Empresa de controle familiar, a Fernandez Mera é uma das grandes em São Paulo. Segundo seu presidente, ela só perde em volume de vendas para a Lopes e a Brasil Brokers. Com 1.100 corretores e 53 equipes de vendas, a empresa vendeu, em 2008, R$ 1,9 bilhão em imóveis e prevê para este ano atingir R$ 2,5 bilhões. A empresa atua na capital paulista e região metropolitana e está presente também nas regiões de Jundiaí, Campinas, Sorocaba e São José dos Campos.
A MG 500, que vinha atuando como imobiliária exclusiva da Brookfield, tem dimensões mais modestas. São quatro equipes de vendas, totalizando 60 corretores. Mas a empresa já leva para sua nova controladora um estoque de imóveis no valor de R$ 420 milhões e lançamentos já programados para este semestre com valor geral de vendas (VGV) de R$ 480 milhões.
Mera, que vai entregar a gestão da imobiliária carioca a seu filho Gonzalo Fernandez, disse que, com a crise, o mercado imobiliário foi caracterizado no primeiro semestre pela venda de produtos estocados e poucos lançamentos. Com a recuperação econômica que já estaria em andamento, ele vê uma grande concentração de lançamentos para este semestre.
No Rio, a redução de lançamentos na primeira metade do ano seria resultado de outro fator além da crise: o período de transição do poder municipal - o prefeito Eduardo Paes (PMDB) substituiu César Maia (DEM) - atrasou a aprovação de lançamentos. Esse fato, segundo Mera, não ocorreu em São Paulo porque o prefeito Gilberto Kassab (DEM) foi reeleito.
Embora pretenda atuar em todas as faixas de valor de imóveis, Mera disse que a MG 500, que até agora só trabalhou marginalmente no mercado de baixa renda, vai desenvolver forte atuação no segmento de moradias com valor entre R$ 60 mil e R$ 200 mil. O empresário concorda com a avaliação geral do mercado de que os imóveis nesta faixa terão impulso a partir de agora, na esteira do programa " Minha Casa, Minha Vida " .
A direção da Brookfield quis falar. A empresa deve ficar concentrada na atividade de incorporação, mantendo uma parceria já consolidada com a imobiliária paulista e com sua ex-filial carioca.
(Informações-Valor Econômico)

0 comentários:

Postar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP