Pesquize em toda a Web

Casa sustentável e acessível

quarta-feira, 15 de julho de 2009


SAO APULO - O novo padrão de unidade habitacional da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) foi projetado para oferecer mais conforto e melhor qualidade de vida aos moradores. “Três dormitórios em metade dos empreendimentos, aquecedor solar, piso e azulejo na cozinha e no banheiro, muro entre as casas e outras melhorias, são alguns exemplos desse novo modelo de casa”, disse o secretário de Estado da Habitação, Lair Krähenbühl, durante o lançamento da primeira casa-modelo da companhia, em Sertãozinho, que aconteceu em maio deste ano.

A meta é que todos os canteiros de obras de empreendimentos da CDHU, distribuídos pelo Estado, tenham uma casa-modelo previamente edificada que servirá de referência para as demais unidades em construção.

Uma das novidades da casa-modelo – o aquecedor solar – contribuirá para garantir a sustentabilidade ambiental dos projetos além de proporcionar menor consumo de energia elétrica pelos mutuários.

“Com esse sistema, a economia poderá chegar a 30%, valor que, amortizado das contas do município, retornará à população em forma de consumo direto de outros itens”, ressaltou o gestor de Eficiência Energética da CDHU, Eduardo Baldacci.
Para o fornecimento de 15 mil aquecedores solares, a CDHU assinou acordo com seis fabricantes do equipamento. “É o maior programa de eficiência energética desse tipo, em larga escala, no País”, ressaltou o secretário Krähenbühl.

O prefeito de Sertãozinho, Nério Costa, aproveitou a ocasião para oficializar também a participação do município no Programa Cidade Legal, de regularização fundiária, e se mostrou disposto a destinar mais investimentos à área habitacional da cidade. “Além da construção de cerca de 500 casas populares, estamos estudando também a aquisição de uma área de dez alqueires, para a implantação de novas unidades habitacionais”, revelou o prefeito.
As mudanças adotadas para o novo padrão de imóvel da CDHU são fruto de uma pesquisa de opinião pública e do aperfeiçoamento das técnicas de construção desenvolvidas pela atual gestão da companhia.

Desenho universal

As casas-modelo também atendem aos parâmetros de acessibilidade do Desenho Universal (DU), que estabelece um conceito arquitetônico adaptável para facilitar o uso da moradia por qualquer indivíduo com dificuldade de locomoção, temporária ou permanente.

Casas atendem parâmetros de acessibilidade



O conceito, criado nos Estados Unidos, é tido como ideal para a elaboração de plantas mais acessíveis e não causa grandes impactos no custo das obras. O novo padrão das casas foi desenvolvido pela Secretaria de Estado da Habitação, em parceria com a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, e a Associação Brasileira de Escritórios de Arquitetura. A meta é entregar quatro mil novas unidades até o final de 2010.
Fonte: CEPAM

0 comentários:

Postar um comentário

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP